Notícias

LDO 2019 não reflete o Brasil que queremos, diz Rossoni

15/07/2018 | 22h30

 

imprimir comentários


Crédito: Divulgao PSDB

 

LDO 2019 não reflete o Brasil que queremos

Por Valdir Rossoni

O Brasil que nós queremos não é o que o que o próximo presidente vai encontrar, segundo o que foi aprovado na votação da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019. Pelo sexto ano consecutivo haverá um déficit nas contas. A previsão de agora é de R$ 132 bilhões. O PSDB sugeriu um corte de 20% dos gastos de custeio dos poderes  Executivo, Legislativo e Judiciário. O Congresso derrubou até os 5% sugeridos pela Comissão Mista de Orçamento. Os parlamentares, pensando nos votos – e nunca no país, também derrubaram também o adiamento do aumento de salário dos servidores públicos. A economia no âmbito federal seria de R$ 11 bilhões. Quem vai pagar a conta dos privilégios é o cidadão comum, e os investimentos nas áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança mais uma vez adiados para não se sabe quando. Fica difícil começar um trabalho de recuperação do país. Se esta situação for mantida e o escolhido para dirigir o país a partir do próximo ano não for competente, corajoso e tiver respaldo popular para buscar um caminho seguro e próspero.

Entenda o que foi mantido e alterado na LDO aprovada para 2019:

http://www.psdb.org.br/acompanhe/noticias/entenda-o-que-foi-mantido-e-alterado-na-ldo-aprovada-para-2019/

 

Comentários

Nenhum comentário registrado para esta notícia. Seja o primeiro!

Destaque

mais notícias

Galeria de Fotos

mais álbuns

Acompanhe



Saiu na mídia



Receba nosso informativo

 

 

mapa do site