Notícias

Rossoni pede que prefeitos façam ajustes e trabalhem com austeridade

01/12/2016 | 17h28

 

imprimir comentários


Crédito: Orlando Kissner

 

O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni cobrou austeridade dos prefeitos que assumem os mandatos em 2017. Segundo ele, o início da gestão é o melhor momento para fazer os ajustes necessários na máquina pública, principalmente neste momento de crise e de falta de recursos.  “A lua de mel termina dia 1 de janeiro”, alertou.

O secretário afirmou que o recado da sociedade é que não quer gestor incompetente e que não é possível se iludir de que está tudo uma maravilha. “O povo não quer mais governante ‘frouxo’. Quer comandante determinado, que possa dizer ‘não’ com a mesma tranquilidade com que diz sim”, afirmou. “Tem que trabalhar com uma estrutura competente, dinâmica e enxuta”.

ENTRADA - Rossoni explicou aos futuros gestores dos municípios que a porta de entrada das demandas locais é a Casa Civil, e que os processos devem ser acompanhados por deputados estaduais indicados pelos próprios prefeitos. “Não se preocupem com o partido. Preocupem-se em ser bom gestor para que o Estado possa ser seu parceiro”. 

Ele ressaltou que o governo está em condições de fazer boas parcerias porque “fez a lição de casa”. “O governador Beto Richa fez sacrifício político para hoje poder falar que tem recursos para investir”, afirmou. Ele alertou que as prefeituras também devem preparar as finanças para dar uma contrapartida aos recursos que receberão do Estado. 

 

Comentários

Nenhum comentário registrado para esta notícia. Seja o primeiro!

Destaque

mais notícias

Galeria de Fotos

mais álbuns

Acompanhe



Saiu na mídia



Receba nosso informativo

 

 

mapa do site